Prefeitura de São Mateus - Norte do Espírito Santo


PREFEITURA INVESTE EM REFORMA E AMPLIAÇÃO DE ESCOLAS E ESF’S DA ZONA RURAL

Prefeito Daniel recebeu o Comitê Municipal de Educação do Campo e garantiu que escolas do campo não serão fechadas
 
São Mateus – “Todas as ações necessárias para a manutenção e qualidade do ensino nas escolas do campo serão tomadas como prioridade, assim como a melhoria do atendimento nos serviços de saúde”. A declaração do prefeito Daniel Santana, que garantiu que escolas do campo não serão fechadas, deu o tom da reunião realizada ontem, em seu Gabinete, com o Comitê Municipal de Educação no Campo. Além da Educação, foram tratadas ações em diversas áreas nas comunidades da zona rural.

Uma das questões abordadas pelo Comitê foram as condições dos prédios de algumas unidades de ensino do campo. Na ocasião o secretário municipal de Educação, José Adilson Vieira de Jesus, explicou que dentre as demandas enviadas pelo Comitê referentes a reforma e ampliação de escolas do interior, foram selecionadas as mais urgentes: obra da escola do Córrego da Areia, já em fase de finalização; a do KM 35, que também está com reforma em andamento, assim como a de Santa Maria. O Setor de Engenharia da Secretaria está elaborando os projetos de reforma das escolas das comunidades Georgina e São Jorge.
 
José Adilson esclareceu ainda aos membros do Comitê que o projeto de construção da escola em Campo Grande teve que ser refeito em decorrência da necessidade de atender a demanda de alunos de Urussuquara. Questionado sobre o problema do sistema de drenagem da escola de Zumbi dos Palmares, o secretário informou que, em decorrência de sua má execução, o Município entrará na Justiça contra a empresa que fez a obra.
 
REFORMA DE ESF’S
O secretário municipal de Saúde, Henrique Luiz Follador, informou que foi feito o levantamento das condições estruturais das unidades Estratégia Saúde da Família (ESF) nas comunidades e está sendo elaborado um cronograma de reformas.
 
NATIVO
O Comitê também questionou sobre o muro caído do cemitério do Nativo e a falta de iluminação no terreno. O prefeito Daniel Santana recomendou ao coordenador administrativo da Secretaria Municipal de Defesa Social, Jailson Barbosa, que tomasse as providências necessárias em até 30 dias.
 
PATROLAMENTO DE ESTRADAS

Durante a reunião, também ficou acordado que o Comitê enviará ofício à Prefeitura com a solicitação de patrolamento em locais específicos da zona rural, que serão adicionados ao cronograma já realizado pelo Município nas comunidades.